Benefícios do Saneamento Básico

saneamento

Saneamento é o nome dado às medidas que visam preservar ou modificar condições do meio ambiente, com o objetivo de prevenir doenças, e assim, promover a saúde. Ou seja, é o controle de todos os fatores do meio físico do homem que exercem ou podem exercer efeitos nocivos sobre o bem estar físico, mental e social. 

O nome “Saneamento Básico” tem 4 setores: água, esgoto, resíduos e drenagem. Sendo água e esgoto as áreas principais. Outras atividades que podem ser ligadas ao saneamento são o controle de animais e insetos, saneamento de alimentos, escolas, locais de trabalho e de lazer e habitações.

Lei do Saneamento

Em 2007, após décadas de discussões e diferentes projetos de lei, a Lei Federal 11.445 foi sancionada e estabelece as diretrizes nacionais e a política federal de saneamento. A partir da nova lei ficou definido que o planejamento do saneamento básico está a cargo do município, e a prestação dos serviços pode ser feito pelo poder público municipal ou por concessionária pública e/ou privada.

 

trata_BR

FONTE: INSTITUTO TRATA BRASIL

A água potável

A água necessita de tratamento para ser adequada para o consumo humano, essa água adequada é chamada de potável. Para ser considerada potável ela deve obedecer alguns padrões.

Para ser potável a água deve ser inofensiva a saúde do homem, agradável aos sentidos e propícia aos usos domésticos. Seguindo essa linha, uma água quente, embora seja inofensiva a saúde, não é considerada potável. A água que tenha um elevado teor de dureza também não é considerada boa, nem para consumo, nem para o uso de tarefas domésticas.

Um fator essencial para que a água seja considerada potável é que na fase de tratamento sejam eliminadas todas as substâncias originalmente presentes que possam dar a água algum gosto ou cheiro peculiar, também não deve ter nenhuma turbidez ou cor aparente.

O tratamento de Esgoto

No Brasil, cerca de 7 milhões de pessoas não têm acesso a banheiro.

O sistema de esgoto existe com a função de afastar o contato de dejetos com a população, o que acaba sendo vetor de doenças. Além disso, o sistema de esgoto ajuda a reduzir as despesas com o tratamento de água.

O esgoto pode ter vários tipos, como: Sanitário (água para fins higiênicos e industriais), sépticos (em fase de putrefação), pluviais (água de chuva), combinado (sanitário + pluvial), cru (sem tratamento) e fresco (recente, com oxigênio livre).

A importância do Saneamento

Ter saneamento básico é um fator essencial para um país poder ser chamado de país desenvolvido.

Quando a população tem acesso a água tratada, coleta e tratamento dos esgotos, elas têm uma melhoria da qualidade de vida. Essa melhora pode ser vista principalmente na saúde infantil com redução da mortalidade, melhorias na educação, na expansão do turismo, na valorização dos imóveis, na renda do trabalhador, na despoluição dos rios e preservação dos recursos hídricos, etc.

Um estudo do BNDES estima que 65% das internações em hospitais de crianças com menos de 10 anos sejam provocadas por males oriundos da deficiência ou inexistência de esgoto e água limpa.

Existem mais de 100 doenças que podem ser causadas por falta de saneamento, entre as quais cólera, amebíase, vários tipos de diarréia, peste bubônica, lepra, meningite, pólio, herpes, sarampo, hepatite, febre amarela, gripe, malária, leptospirose, ebola, etc. 


CTA_facebook

Tags: saneamento básico, água potável, benefícos do saneamento básico, água tratada