Entenda o que são resíduos classe I e II

Resíduos Industriais Resíduos de Classe I Resíduos de Classe II

1 de Julho de 2013

Os resíduos são classificados pela NBR 10.004 de acordo com sua periculosidade, levando em conta as propriedades físicas, químicas ou infectocontagiosas. A periculosidade dos resíduos depende de fatores como natureza (inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e patogenicidade), concentração, mobilidade, persistência, bioacumulação e degradação.

Com base nisso, a NBR 10.004 regulamenta os resíduos como classe I e II, se apresentarem:
“a) riscos à saúde pública, provocando ou acentuando, de forma significativa, um aumento de mortalidade por incidência de doenças, e/ou;
b) riscos ao meio ambiente, quando o resíduo é manuseado ou destinado de forma inadequada.”
Os resíduos classe II ainda se dividem em inertes e não-inertes. Os não-inertes têm basicamente as características do lixo doméstico e se decompõem no solo, ao contrário dos considerados inertes.
A tabela abaixo apresenta a classificação dos resíduos, segundo a Norma Técnica NBR 10.004, suas características e tipos de resíduos: 

 

Classificação dos resíduos segundo a Norma Técnica NBR 10.004:

CLASSIFICAÇÃO QUANTO À PERICULOSIDADE (NBR 10.004)

CARACTERÍSTICAS

TIPOS DE RESÍDUOS

 

Resíduos Classe I (Perigosos)


Apresentam risco à saúde pública e ao meio ambiente e precisam de tratamento e disposição especiais, por terem uma ou mais características: inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e patogenicidade.

Borra de tinta, latas de tinta, óleos minerais e lubrificantes, resíduos com thinner, serragem contaminadas com óleo, graxas ou produtos químicos, epis contaminadas (luvas e botas de couro), resíduos de sais provenientes de tratamento térmico de metais, estopas, borra de chumbo, lodo da rampa de lavagem, lona de freio, filtro de ar, pastilhas de freio, lodo gerado no corte, filtros de óleo, papéis e plásticos contaminados com graxa/óleo e varreduras.

Resíduos Classe II (Inertes)

 

Seus componentes podem ser reciclados. Alguns efluentes também são classificados como Classe II e podem receber tratamento biológico.

 

Matérias orgânicas, papeis, vidros e metais.

 

Resíduos Classe II (Não-inertes)

 

Não são perigosos e não são inertes. Podem apresentar propriedades como: combustibilidade, biodegradabilidade ou solubilidade em água.

 

Resíduos com as características do lixo doméstico.

 

Clique aqui para tirar suas dúvidas

COMENTÁRIOS

Resultado da busca