Economia Sustentável e Reúso para Shoppings Centers

Reaproveitamento de água ETE em shopping

25 de Julho de 2013

Inicialmente, a sustentabilidade tem a missão de otimizar o uso de recursos naturais e evitar o desperdício. Num segundo momento, tem o objetivo de conscientizar usuários, desde clientes do empreendimento aos clientes dos clientes, sobre a importância de um melhor tratamento ao meio ambiente. Porém, embora pouco comentado, uma das principais razões da implementação de técnicas sustentáveis em empreendimentos é a geração de valor a toda a cadeia.

Quando falamos em geração de valor, estamos falando em defender uma prática, no caso a redução do desperdício de recursos naturais, porém com garantia de conforto ao usuário do espaço. Esta geração de conforto, aliás, é requisito indispensável à própria definição do tripé da sustentabilidade: para ser "verde", um projeto precisa, necessariamente, ser economicamente viável, benéfico ao planeta, com redução da utilização de recursos naturais, e trazer um bem à sociedade.

Hábitos relativamente simples podem ser colocados em prática para contribuir para o uso racional da água em seu negócio como também em sua casa. Todos nós precisamos nos conscientizar que cada gota desperdiçada hoje pode fazer falta amanhã. Por exemplo, captação e armazenamento de águas pluviais é uma alternativa altamente sustentável, já os efluentes que passam por tratamento podem ser reutilizados nas próprias instalações, como em torres de resfriamento, processos internos, lavagens de pisos, irrigação, e bacias sanitárias, ações que além de reduzir o consumo dos recursos hídricos contribuem para eliminação de descarte de poluentes no meio ambiente.

Atualmente, ter estações próprias de tratamento de águas e efluentes e reaproveitá-los nos processos internos do negócio agrega muitos benefícios para grandes consumidores de água como os shoppings centers. Além do consumo sustentável, com o reaproveitamento de um recurso escasso e caro como a água, deixa-se de pagar as tarifas cobradas pelas concessionárias públicas, tornando a operação dos shoppings ambientalmente corretas e com grande vantagem competitiva nos custos do condomínio.

Um bom projeto de reaproveitamento e reciclagem de água em empreendimentos como shopping centers, dependendo da demanda do shopping para reutilização dessa água, pode trazer uma redução de até 40% no consumo de água da concessionária, em termos de economia real na conta d’água essa economia chega a 30%, pois o condomínio deixa de pagar não somente a água de entrada, mas também o esgoto, uma vez que o efluente deixa de ser descartado e é reaproveitado dentro do sistema de reuso de águas negras através de utilização de alta tecnologia na recuperação dessa água, tornando-a 100% livre de impurezas, bactérias, sólidos e sais, e pronta para ser reutilizada para fins não potáveis como em lavagem de pisos, descarga de vasos sanitários e mictórios, irrigação e em torres de resfriamento com condensação a água.

No Brasil já existem bons cases de shoppings que aplicam estes conceitos através da disseminação de práticas ambientais com uma operação sustentável que busca reduzir o impacto ao meio ambiente, onde a sustentabilidade está presente no dia a dia da operação desses empreendimentos comerciais O uso racional da água tornou um diferencial competitivo para as empresas modernas que evitam o desperdício de maneira inteligente e correta, com ações que vão desde o tratamento de esgoto antes do descarte até o uso racional da água através da reutilização de água para fins não potáveis.

A sustentabilidade é uma preocupação cada vez maior que exige novos esforços de empreendimentos comerciais. A principal certificação ambiental, o LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), tem a intenção de garantir mecanismos de construção ou adaptação de edifícios para a obtenção do certificado de “green building”. Porém, muito mais que construir ou adaptar as construções para reduzir o impacto ambiental, a sustentabilidade tem que estar presente no dia a dia, com práticas ambientais e uma operação sustentável, para tanto é preciso disseminar a utilização racional da água desde o nascimento do empreendimento, com um design projetado para reduzir consumo através iniciativas de reuso, o que traz não só economia na conta do cliente, mas também diminui efetivamente a utilização de um recurso natural importante para o planeta.

A Nova Opersan incentiva e aplica na prática os comportamentos sustentáveis e contribui com soluções de Operações Dedicadas que atendem aos shoppings, possibilitando planos exclusivos para a construção e operação de estações de tratamento de águas e efluentes. Saiba mais aqui. 

Se preferir, converse com um de nossos especialistas.

Escrito por: Heloísa Bomfim

COMENTÁRIOS

Resultado da busca