O que é a Certificação LEED? 11 de Setembro de 2013

A certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é um sistema internacional de certificação e orientação ambiental para edificações, com o objetivo de incentivar a transformação dos projetos, obra e operação das edificações, com foco na sustentabilidade.

Para obter a certificação de uma edificação o projeto dever ser registrado junto ao Green Building Council Brasil (GBC). Após o registro, a certificação só é validada se for confirmada a existência do que foi estabelecido. Essa certificação é utilizada em 143 países.

Mas não pense que um projeto sustentável é aquele que se aproveita apenas de recursos naturais e que diminuem o impacto ambiental, como o uso de energia solar e ventilação natural. A certificação LEED também preconiza a viabilidade econômica do empreendimento e se ele é socialmente justo e contribui para o crescimento de todas as pessoas envolvidas. Ao todo, são sete dimensões avaliadas nas obras: espaço sustentável, eficiência do uso da água, energia e atmosfera, materiais e recursos, qualidade ambiental interna, inovação e processos e créditos de prioridade regional.

Essas dimensões têm por objetivo fazer o uso racional e redução da extração dos recursos naturais, reduzir o consumo de água e energia, optar por materiais e tecnologias de baixo impacto ambiental, mas também permitir que a construção tenha diminuição dos custos operacionais, diminuição dos riscos regulatórios, modernização e menor obsolescência do edifício e, consequentemente, maior valorização para revenda.

Como a preocupação da certificação LEED é também com a comunidade, algumas melhorias apontadas são: inclusão social, capacitação profissional, incentivo a fornecedores com maiores responsabilidades socioambientais e em longo prazo, aumento da satisfação e bem estar dos usuários e estímulo a políticas públicas de fomento a construção sustentável.

membro gbcOs edifícios que recebem a certificação LEED também são conhecidos como green buildings, termo em inglês que em uma tradução livre significa “prédios verdes”. Atualmente, a sustentabilidade é a palavra de ordem e os edifícios ecologicamente corretos são a resposta do mercado imobiliário para aumentar a eficiência dos recursos e reduzir os impactos socioambientais. Especialistas da área estimam que os green buildings podem oferecer uma economia de até 30% no valor do condomínio, graças a reduções no consumo de energia, água e no custo com manutenção e reformas do edifício.

Por exemplo, a construção e operação de apenas um edifício pode causar um grande impacto negativo para o meio ambiente. Segue abaixo alguns dos motivos:

 

Construção

  • Consumo de materiais com alto nível de energia embutida e alta emissão de CO2;
  • Produção de entulho;
  • Grande movimentação de terra;
  • Transporte de materiais e entulhos.

Operação

  • Grande consumo de energia e água;
  • Grande produção de esgotos e lixo;
  • Impermeabilização do terreno;
  • Transporte das pessoas.

O impacto atual das construções no Brasil são extremamente significativos:

21% uso da água;

25% emissões - gases efeito estufa;

42% eletricidade;

65% resíduos.

Para se ter uma ideia, uma prédio LEED, consegue reduzir significativamente o impactos negativos ao meio ambiente:


describe the image
 

A Nova Opersan é membro da Green Building Council Brasil (GBC). Mais informações sobre a certificação LEED no site da GBC.

COMENTÁRIOS

Resultado da busca