Escassez de água faz empresas repensarem consumo

Reúso de água Tratamento de Efluentes

25 de Novembro de 2013

O crescimento da população aumenta o consumo de água e a poluição causada por efluentes domésticos, efluentes industriais e pelos dejetos urbanos e agrícolas compromete as águas dos rios, lagos e reservatórios. Isso torna a escassez de água uma realidade cada vez maior para os brasileiros. 

A conta é simples: a população cresce, mas o volume de água continua o mesmo, sem falar na subtração que a poluição causa na qualidade da água. O Brasil também enfrenta outro problema: apesar de ter 12% das reservas superficiais de água doce do mundo, sua distribuição geográfica não é uniforme. Ao analisar o infográfico abaixo, as regiões Norte e Centro-Oeste, possuem grande concentração de água doce, com 89% das bacias hidrográficas, mas somente 13% da população brasileira vive nessas regiões, já no Nordeste, Sudeste e Sul que abrigam 85,5% da população do país apresentam somente 9% dos recursos hídricos disponíveis.

 

Disponibilidade Hídrica Comparada à Distribuição Populacional

 

infográfico15 resized 600

As indústrias e empreendimentos comerciais podem ajudar a combater a escassez de água no mundo, já que são grandes geradores de efluentes. A solução para essas empresas é investir no tratamento de resíduos para possivelmente reutilizá-los e destiná-los de forma correta ao meio ambiente. Se você quiser saber mais sobre o assunto, já publicamos diversos artigos a respeito, como: Testes Permitem Otimização dos Tratamentos de Efluentes Industriais, Água Industrial - O Uso Eficiente da Água na Indústria e Reuso de água: Iniciativa que preserva o meio ambiente e gera economia.

A captação e o tratamento de água feito na própria empresa é uma alternativa para quem necessita de outro canal receptor de água além do fornecido pela concessionária. Essa captação pode ser realizada através de rios, poços, entre outros. Por exemplo: uma indústria só poderá optar em obter essa alternativa, caso possua um rio que percorra próximo à unidade e, claro, para realizar a captação é necessário que o órgão responsável esteja de acordo. A água captada também precisará passar por um tratamento, já que pode estar contaminada e apresentar resíduos sólidos. Após o tratamento ela poderá ser reutilizada em lavagem de pisos, irrigação de áreas verdes, lavagem de telhado, bacias sanitárias, torres de resfriamento, entre outros.

A Nova Opersan tem expertise em soluções ambientais completas para o tratamento de águas e efluentes, com terceirização de projeto, construção e operação de estação de tratamento no Sudeste e Sul do Brasil e agora expande sua atuação no Nordeste, visando esse mercado que sofre com a escassez hídrica, como mostrado na reportagem Nova Opersan de olho no Nordeste.

Quer saber mais sobre tratamento de efluentes? Leia nosso whitepaper sobre A Importância do Tratamento de Efluentes.

Quer falar com um especialista? Agende uma visita técnica com a Nova Opersan.

 

Infográfico: http://ead.florestadigital.ac.gov.br/login/index.php

COMENTÁRIOS

Resultado da busca