Descarte Zero de efluentes traz economia 27 de Janeiro de 2014

Vivemos em um cenário com escassez de água e de outros recursos somados ao intenso corte de despesas das empresas. O que muitas companhias começam a descobrir é que essa conta é a mais propícia para sua saúde financeira. Pois é, investir em sustentabilidade contribui com a diminuição de gastos ao mesmo tempo que os recursos são poupados.

Grandes indústrias e empreendimentos comerciais investem no Descarte Zero de Efluentes, que em vez de serem descartados nos coletores públicos sem tratamento devido, passam pela Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) para que sejam tratados e reutilizados nos processos internos. Além da vantagem econômica com o reúso, no qual apresenta redução de custos significativos no valor da conta de água, a empresa pode alcançar o descarte ZERO de esgoto, e, consequentemente, deixa de poluir o meio ambiente.

No Brasil, uma das empresas que mais investe em Descarte Zero de efluentes é a Petrobras. Em 2010, por exemplo, o volume total de reúso da água na empresa chegou a 17,3 bilhões de litros.

Sua refinaria em Capuava, em Mauá, São Paulo, é uma das primeiras com descarte zero de efluentes. Com sistema de tratamento de água e esgoto, a refinaria deixou de captar 1 bilhão de litros de água por ano do Rio Tamanduateí. Além disso, deixou de lançar 700 milhões de litros de efluente industrial por ano no rio.

Já a Liquigás conta com o projeto Efluente Zero que tem redução potencial de 90% nos investimentos em sistemas de tratamento de efluentes e redução de até 43% no consumo de água no processo de engarrafamento do gás liquefeito de petróleo (GLP).

Mas as pequenas e médias empresas também podem investir em tratamento de efluentes e reúso para também ostentar a marca de Descarte Zero de efluentes para seus clientes. E não há a necessidade de investir na construção de ETE, pois a Nova Opersan, por exemplo, faz o tratamento off-site, que busca os efluentes no local e leva para a estação de tratamento. Enfim, só há bons motivos para investir em economia, sustentabilidade e marketing verde.

 

Converse com um de nossos especialistas.

COMENTÁRIOS

Resultado da busca