Saiba como funciona a alternativa de abastecimento via captação de água subterrânea para reúso

Reúso de água Reaproveitamento de água Análise de Água Escassez de água

8 de Julho de 2014

O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a integridade da vida sobre a Terra. Esse equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam - é o que diz o quarto artigo da Declaração Universal dos Direitos da Água. Apesar da água ser um recurso limitado e de valor econômico, o grande desafio deste século é sua administração racional. A escassez pode ocorrer tanto por condições climáticas hidrológicas e hidrogeológicas, como também pela demanda excessiva. Sua manutenção é importante não só para manter o uso pelo ser humano, mas para todas as atividades produtivas como irrigação na agropecuária, geração de energia elétrica e produção industrial.

A quantidade total de água no planeta, no entanto, é fixa, e sua distribuição não é uniforme. Mesmo com a abundância de recursos hídricos no Brasil, há a falsa impressão de que o país os têm de forma infinita, o que não é a realidade. Neste quadro de iminência de escassez e necessidade de um aproveitamento mais eficiente dos recursos, é que surge a alternativa do abastecimento via águas subterrâneas. Vale lembrar que o Paraná abriga um dos maiores reservatórios de água doce subterrânea do planeta, o Aquífero Guarani, cuja origem está nas chuvas que passam pelo filtro natural das rochas.

Águas subterrâneas: fonte de (re) uso alternativo

O uso das águas subterrâneas vem aumentando no Brasil desde a década de 60, mas já era praticado pelos povos antigos entre 10 mil e cinco mil antes de Cristo, na Mesopotâmia (hoje Iraque) e China. São águas provenientes de aquíferos, poços artesianos, semiartesianos e poços rasos (também conhecidos como cisternas, cacimbas ou amazonas). Essas águas podem ser utilizadas como alternativa para o abastecimento convencional, visando reduzir o volume da água captada, dos efluentes descartados e do próprio consumo do recurso. Vale a pena acrescentar que algumas regiões áridas e semiáridas, como a Austrália e o Nordeste brasileiro, veem na água subterrânea o único recurso hídrico disponível para consumo humano. Áreas desérticas, como é o caso da Líbia, lançam mão de poços tubulares perfurados no deserto do Saara para suprir suas demandas de irrigação e abastecimento das cidades. No Brasil, 15,6 % dos domicílios utilizam exclusivamente água subterrânea.

Formas de captação

Estudos são feitos preliminarmente para investigar a geologia do local da captação das águas subterrâneas, bem como a vazão e sua qualidade. Há diferentes formas de captação das águas subterrâneas. As principais são as águas de poços escavados, considerada a mais antiga forma de exploração de águas subterrâneas. São poços cilíndricos, abertos manualmente. Vale lembrar que a legislação brasileira proíbe a abertura por pessoas não autorizadas.

poco escavado

As galerias são comuns em regiões montanhosas e são, na verdade, túneis cavados horizontalmente nas encostas. Os poços profundos são perfurados com máquinas que variam de 40 a mil metros e demandam conhecimento técnico especializado. Nessa modalidade, a água é extraída e conduzida a uma estação de tratamento. A Resolução  15 do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), de 2001, considera que toda empresa que execute perfuração de poço tubular profundo deverá ser cadastrada junto aos conselhos regionais de engenharia, arquitetura e agronomia e órgãos estaduais de gestão de recursos hídricos, e apresentar as informações técnicas necessárias, semestralmente e sempre que solicitado.

A Nova Opersan possui expertise para captação de água subterrânea e oferece o tratamento adequado para reutilização, além de possuir geólogos experientes que fazem todo o levantamento e estudo do local para viabilizar esta solução. Você já havia ouvido falar da alternativa? Entre em contato com nossos especialistas e esclareça suas dúvidas!

COMENTÁRIOS

Resultado da busca