Saiba o que são os Indicadores de Desempenho Ambiental 31 de Julho de 2014

A partir da década de 90, com as primeiras normas da série ISO 14000 sobre gestão ambiental nas empresas (da International Organization for Standardization), surgiram outras determinações para regulamentar a relação entre a atividade industrial e o meio ambiente a fim de buscar equilíbrio.

Assim como há indicadores de desempenho nas mais diversas áreas, como saúde, educação, economia e sociologia, o meio ambiente também tem os seus. Com esses índices, é possível otimizar a produtividade, melhorar a imagem da empresa, reduzir riscos de descartes ambientais, processos ou multas judiciais, bem como economizar matéria-prima. Entretanto, a escolha dos indicadores de desempenho a serem adotados pelas organizações deve ser fundamentada na abrangência das atividades da empresa, nas condições ambientais e eventuais demandas da sociedade. Nesse debate que envolve um ganho de produtividade e competitividade que considere seus impactos na natureza e na população, é imprescindível lembrar de um termo-chave: desenvolvimento sustentável. Expressão em alta nos nossos tempos, é definida pela ONU (Organização das Nações Unidas) como o desenvolvimento que atende às demandas da geração presente, sem comprometer as oportunidades das gerações futuras.

Indicadores de Desempenho Ambiental nas empresas

Indicadores de Desempenho, em seu sentido geral,  são definidos como expressões quantitativas ou qualitativas com o objetivo de fornecer dados sobre determinadas variáveis e suas relações para os processos de melhoria contínua nas empresas.

Na área ambiental, uma das referências mais utilizadas atualmente é a Norma NBR ISO 14031, que trata especificamente das diretrizes para a avaliação de desempenho ambiental e a adoção de indicadores do gênero. A Avaliação do Desempenho Ambiental da Indústria (ADA) mensura a eficácia dos procedimentos de conservação dos recursos naturais e medidas de controle ambiental. Nela, duas categorias gerais são consideradas: o Indicador de Condição Ambiental (ICA) e o Indicador de Desempenho Ambiental (IDA).

O primeiro, ICA, fornece informações sobre a qualidade do meio ambiente na região em está localizada a empresa por meio de padrões e regras legais. Já o IDA está dividido em dois tipos: o Indicador de Desempenho de Gestão (IDG), que traduz os esforços da empresa para influenciar positivamente o meio ambiente e o Indicador de Desempenho Operacional (IDO), que traz informações relativas às operações do processo produtivo e seus reflexos, como o consumo de água e energia. Em resumo, a escolha por implementar o IDO em uma organização contempla as entradas e saídas de materiais; o fornecimento de insumos e o projeto, implantação, operação e manutenção das instalações físicas e equipamentos. Os Indicadores de Desempenho Gerencial (IDG) incorporados às empresas, por sua vez, denotam o atendimento aos requisitos legais, a utilização eficiente dos recursos, o treinamento de pessoal e os investimentos realizados em programas ambientais.

Coleta de dados

Segundo a federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), as informações utilizadas na construção desses indicadores podem ser obtidas de fontes variadas como monitoramento, inventários de produção e até mesmo os registros financeiros e contábeis das empresas. Por meio desses dados, os gestores têm condições de tomar decisões referentes a possíveis mudanças ou adequações no processo produtivo.

Mais do que promover um levantamento de números ou dados, os Indicadores de Desempenho Ambiental têm a importante função de orientar as ações de uma empresa em direção à sustentabilidade e ao respeito ao meio ambiente em todos os seus aspectos. Você já conhecia esses avaliadores da performance das companhias no que tange à sua responsabilidade ecológica? Quais esforços seu negócio empreende para visar um modo de produção sustentável? Deixe seu comentário!


COMENTÁRIOS

Resultado da busca