Pesquisa Aponta 6 tendências em Negócios Sustentáveis

Como Preservar o Meio Ambiente

18 de Maio de 2012

A revista Exame publicou em abril uma reportagem muito interessante apontando 6 tendências em negócios sustentáveis. As tendências surgiram de uma pesquisa da Ernst & Young, em parceria com o grupo GreenBiz, que entrevistou 272 executivos de empresas com faturamento acima de um bilhão de dólares em 24 setores, com o objetivo de mapear as principais iniciativas empresariais. Veja:

1 - Vantagem competitiva

Prestar contas das práticas ambientais em Relatórios de Sustentabilidade gera vantagem competitiva. As empresas já perceberam que investidores e acionistas estão de olho e valorizam isso. Segundo o estudo do GreenBiz, 66% das empresas pesquisadas disseram ter sentido maior interesse do mercado nessas publicações. Já uma pesquisa do site britânico CorporateRegister.com mostra que, em 2010, foram lançados 5.593 relatórios, em 1992 havia apenas 26 Relatórios de Sustentabilidade.

2 - Diretores financeiros estão mais engajados

A pesquisa da Ernst & Young mostra que os diretores financeiros estão mais envolvidos no processo dos relatórios de sustentabilidade pois estão vendo retornos, como a redução de custos operacionais, riscos de gestão e o aumento no interesse e engajamento dos acionistas.

Outra tendência é a integração dos relatórios empresariais, que incorpora as informações financeiras com dados socioambientais e de governança corporativa, no formato GRI (Global Reporting Initiative).

3 - Funcionários reforçam a ecotorcida

O estudo da Ernst & Young aponta os funcionários como figura-chave, sendo o segundo grupo que mais influencia as decisões “verdes” dentro das companhias, atrás apenas dos clientes e à frente dos acionistas, políticos e ONGs.

4 - Mudanças climáticas preocupam, mas são oportunidade

As questões climáticas estão na lista de preocupações estratégicas de muitas empresas: ¾ dos entrevistados disseram que têm metas de redução de emissões de gases efeito estufa e mais da metade admite reportá-las publicamente. Em mercados mais exigentes, medir a pegada de carbono já é um diferencial.

O uso de água também é outro motivo de preocupação. Segundo o estudo, 80% dos entrevistados acreditam que a gestão da água afetará os negócios nos próximos cinco anos, mas eles veem mais oportunidades do que riscos nesse processo.

5 - Atenção à dívida ecológica

76% dos entrevistados pela Ernst & Young temem que suas empresas sejam afetadas pela escassez de recursos naturais nos próximos cinco anos. Por isso é hora de se antecipar aos cenários mais difíceis investindo na otimização dos processos para reduzir a demanda e dependência desses recursos.

6 - Investimento na ‘reputação verde’

Todos os anos as empresas recebem pelo menos 300 ‘questionários verdes’ de clientes, grupos de investidores, ONGs, mídia, entre outras organizações, segundo dados do Greenbiz. Alguns resultam em rankings ou classificações e ainda abrem as portas para índices de ações de prestígio, como o Dow Jones Sustainability Index. Quem já tem o reconhecimento, tem de preservar a ‘reputação verde’. Já as empresas que ignoram essas tendências têm de apertar o passo para existir no futuro.

 

_______________________________________________________________________________________________

OPERSAN - Tratamento de Efluentes

Compromisso com o Meio Ambiente. A Opersan, localizada no Distrito Industrial de Jundiaí, é especializada no tratamento de efluentes industriais, definindo soluções personalizadas para cada necessidade do cliente.

A empresa tem se firmado no mercado pela qualidade de seu atendimento e o respeito aos clientes, oferecendo serviços com melhor custo/benefício e modernização contínua em suas operações. A Opersan coloca a disposição de seus clientes corpo técnico qualificado, instalações modernas e processos tecnológicos de ponta. Com duas plantas de tratamento complementares, oferece tratamento biológico e tratamento físico-químico, possibilitando atender empresas nos mais variados ramos de atividade.

Acreditada com a certificação ISO 14001, preocupa-se em traçar objetivos e metas que levem a economia de recursos naturais e energéticos, bem como a conscientização. Com isso, alcança a melhoria ambiental constantemente.

 

Imagem: wsa.wesleyan.edu

COMENTÁRIOS

Resultado da busca