Solidez financeira: como influenciam na contratação de uma empresa de tratamento de efluentes?

Desafios da Sustentabilidade solidez financeira

28 de Fevereiro de 2020

O conceito de sustentabilidade econômica deixou de ser um mero indicador no mundo corporativo ambiental para se transformar em uma demanda de valor para as empresas. Afinal, diferente do que muitos acreditavam, a harmonia entre saúde econômica e solidez financeira são essências para a consolidação de parcerias ambientais de qualidade.

O Relatório Global de Riscos 2020, do Fórum Econômico Mundial aponta uma clara necessidade de mitigar riscos ambientais. Como vem ocorrendo nos últimos anos, os líderes econômicos precisam adotar um modelo de negócios mais engajado e que visa a solidez financeira sustentável, trabalhando com todos os setores da sociedade para reparar e revigorar o meio ambiente.

Entre as estratégias está a escolha assertiva de prestadores de serviços ambientais, já que está relacionada diretamente à riscos operacionais e, consequentemente, institucionais que podem influenciar a saúde financeira das empresas. 

Afinal, o que é solidez financeira?

Antes de analisarmos a importância de parcerias economicamente sólidas, vale verificarmos que solidez financeira é um conjunto de fatores que visa a estabilidade econômica por meio de uma gestão operacional e economicamente  eficiente.

Os pilares que compõem uma empresa sólida são:

  • Econômico: relacionado à capacidade de produzir, distribuir e vender produtos ou serviços se baseando em uma concorrência justa. 
  • Ambiental: refere-se ao desenvolvimento sustentável ambientalmente correto, por meio do investimento em processos que minimizem a geração de passivos ambientais, evitem o desperdício e contribuam com a preservação dos recursos;
  • Social: inclui todo o capital humano direta ou indiretamente relacionado ao core business de uma empresa. Ou seja, colaboradores, fornecedores, clientes, parceiros e sociedade em geral;

Por meio dessa base, pratica-se a sustentabilidade econômica, que visa influenciar de forma mais profunda e responsável as atividades das empresas que, com este perfil, têm mais chances de se destacarem perante a concorrência e, consequentemente, gerar mais benefícios aos clientes.

Por que dar importância à saúde financeira de fornecedores?

A análise econômica e financeira no contexto de parcerias, busca verificar a capacidade da empresa contratada de cumprir com todas as obrigações contratuais. 

Essa conclusão virá das análises de indicadores econômicos, ambientais e sociais que possibilitarão encontrar características significativas da empresa e também projetar situações que ela pode se deparar mais a frente. 

A melhor forma de mitigar riscos consiste em eliminar as ameaças em sua origem, por isso todo fornecedor deve ser submetido ao processo de análise operacional e financeira, para que a contratante possa analisar dados e documentações, qualificando-o de acordo com seu nível de avaliação, e por fim decidir pela contratação ou não de uma empresa.

Outro motivo é que as finanças de uma empresa estão diretamente ligadas aos principais fatores de prestação de serviços de qualidade, garantindo o mínimo de condições para a execução das atividades acordadas.  Ao contrário, ao optar por um parceiro que esteja passando por instabilidades financeiras, o contratante pode ter prejuízos relacionados a serviços precários, qualidade abaixo das expectativas e até mesmo processos trabalhistas relacionados a profissionais terceirizados. 

Quais são os critérios a serem avaliados em um fornecedor de tratamento de efluentes?

Para escolher com assertividade uma empresa de tratamento de efluentes é preciso avaliar uma série de requisitos. Nesse aspecto é importante pesquisar sobre o negócio para descobrir sua autoridade no que faz, se a reputação da empresa é positiva no mercado e se há pendências financeiras. Sem falar na realização de auditorias que poderão apontar de forma estruturada as deficiências do prestador de serviços, prevenindo possíveis problemas que possam surgir no futuro.

Outros aspectos que devem ser levados em consideração são: qualidade dos serviços, comprometimento com resultado, atendimento efetivo, suporte qualificado, certificações, expertise, conformidade legal e responsabilidade ambiental.

Ser criterioso na escolha dos melhores fornecedores é uma tarefa que requer certa dose de esforços. Na mesma medida, é essencial para que as empresas mantenham uma boa imagem, lucratividade e atendimento à legislação.

O Grupo Opersan, que atua no tratamento de águas e efluentes, tem como principais diferenciais a saúde econômica e solidez financeira, resultados dos mais de 30 anos de experiência em projetos ambientais. Isso garante segurança operacional e ambiental, além de suporte nas contratações das soluções em caso de acidentes ou imprevistos. Tudo isso amparado pelas certificações ISO 9001, 14001 e laboratório acreditado ISO/IEC 17025.

Guia Opersan onsite ou offsite

COMENTÁRIOS

Resultado da busca